O hOMEM pASMADO

desabafos de um troglodita moderno

domingo, novembro 28, 2004

#00.033 Ide e multiplicai-vos!

A grande importância da cópula na nossa espécie relaciona-se manifestamente, não com a descendência, mas com a consolidação da ligação entre os pares, através das recompensas mútuas entre os dois comparsas sexuais.

Neste caso, a obtenção repetida da satisfação sexual num par unido não é um vício decadente e requintado da civilização moderna, mas uma sensata tendência evolutiva da nossa espécie, que tem profundas raízes biológicas.

--

“O macaco nú”
Desmond Morris
Círculo de Leitores
Pág. 67/8

quarta-feira, novembro 24, 2004

#00.032 quem conduz sou EU!

Lembro-me de um colega de trabalho que vinha com a mulher no mesmo carro. Ele saía antes dela, porque o local de trabalho dele ficava mais perto de casa. Ela depois continuava.

O que é “estranho”, é o facto de ele vir a conduzir. Quando chegavam ele saía do lugar do condutor e ela passava para lá, tendo de ajustar o banco e os espelhos (ela é muito mais pequena que ele).

Como não havia lugar para estacionar, e a operação demorava sempre algum tempo, por vezes empatavam o trânsito.

Mas porque raio é que os homens, (ele não é o único que conheço) insistem em conduzir? E porque é que há mulheres que aceitam a coisa, mesmo não fazendo sentido, como o caso exemplificado?

domingo, novembro 14, 2004

#00.031 As 10 negas mais comuns e os seus reais significados!

AS 10 NEGAS FEMININAS:

1. És como um irmão para mim.
(desiste gajo!)

2. Há uma pequena diferença de idade entre nós.
(Não quero seduzir o meu pai!)

3. Eu não quero envolver-me agora.
(És o gajo mais asqueroso que eu já conheci!)

4. A minha vida está muito complicada neste momento.
(Não quero passar a noite contigo, porque irias ouvir os telefonemas dos outros com quem eu saio.)

5. Já tenho namorado.
(Prefiro um cão e uma tablete de chocolate.)

6. Não saio com homens com os quais trabalho.
(Não sairia contigo nem que fosses o único homem e a continuação da raça humana dependesse de mim.)

7. Não és tu, sou eu...
(és tu).

8. Estou mais preocupada com a minha carreira.
(Mesmo algo enfadonho como o meu trabalho é melhor que sair contigo.)

9. Estou a fazer abstinência.
(Só contigo.)

10. Vamos ser bons amigos.
(Quero-te por perto, para poder contar-te detalhes insuportáveis sobre gajos com quem eu saio.)


AS 10 NEGAS MASCULINAS:

1. És como uma irmã para mim.
(És feia!)

2. Há uma pequena diferença de idade entre nós.
(És feia!)

3. Eu não quero envolver-me agora.
(És feia!)

4. A minha vida está muito complicada neste momento.
(És feia!)

5. Já tenho namorada.
(És feia!)

6. Não saio com mulheres com as quais trabalho.
(És feia!)

7. Não és tu, sou eu...
(És feia!)

8. Estou mais preocupado com a minha carreira.
(És feia!)

9. Estou a fazer abstinência.
(És feia!)

10. Vamos ser bons amigos.
(És mesmo feia!)

sábado, novembro 13, 2004

#00.030 Chamem a brigada feminista, JÁ!

Já viram aquele anúncio da OK Teleseguro, em que uma tipa telefona para lhe irem mudar o pneu furado?
E que a “Marta” lhe diz que vão enviar imediatamente um técnico para o fazer?

Mas quem é que fez aquele anúncio, um monte de gajos trogloditas?
E onde param as feministas?

Tirem-me deste filme!!!

#00.029 generalidades

As mulheres confundem amor com sexo.
Os homens confundem sexo com amor.
E ambos confundem paixão com amor.

quinta-feira, novembro 11, 2004

#00.028 foi um SACRIFÍCIO!

Já repararam como muitas (a maioria?) das mulheres ficam ofendidas quando confessamos que o nosso interesse por elas é meramente sexual?

Sobretudo se o fazemos depois de já termos concretizado, uma ou mais vezes, esse nosso instinto animal.

A conversa surge quando elas se encontram preparadas para iniciarem uma relação mais "firme", mais duradoura.

Somos informados, como quem não quer a coisa, que de relação ocasional, devemos constituir-nos em Namorados, ou que, já tendo este estatuto, talvez devamos considerar em unir os trapinhos.

Assim, a frio, sem anestesia, convenhamos que não cai bem.

Aqui começa a festa: somos imediatamente acusados de aproveitadores, possuir mau-carácter, "cafajestes" (se a vítima for uma brasileira), insensíveis, sacanas… entre outros acepipes da nossa colorida língua.
No fundo, de ser-mos iguais aos outros!
(Isso é ofensa?? – hein?!? Houve outros, então não aprenderam a lição?
Se é que existe alguma...)

Apercebemo-nos então, da extensão do nosso crime.
As pobres criaturas tinham como certo, que se providenciassem o serviço sexual que desejávamos, seríamos "pescados".

Mas nós, exploradores do sexo fraco, mostrámo-nos ingratos e pouco merecedores de todos os sacrifícios que elas, tão generosamente efectuaram.

Sim! Não se convençam, ó homens iludidos, que por um momento sequer, elas gostaram.

Todas aquelas manifestações de prazer e paixão, aqueles convites velados, aqueles olhares lânguidos, os telefonemas que pareciam durar uma eternidade, não eram realmente sinceros.



Nãããão!

foi P U R A e S I M P L E S M E N T E,

um sacrifício.

Um grande, um enorme, um imenso sacrifício...

#00.027 LOURA burra?

Serão as louras que os homens consideram burras, ou "apenas" as mulheres bonitas?

Quando se educa uma criança, que por acaso é bonita, deve-se realçar essa beleza?

Os pais, os familiares, os admiradores, os conhecidos e os desconhecidos, martelam incessantemente os ouvidos da criança: Que gracinha! Que bonita! Que linda!

Os amigos e amigas, querem brincar com elas, namorar com elas, ter a companhia delas.

Os professores e as professoras, reparam nelas e dão-lhes mais atenção.

A criança cresce vendo a sua beleza como uma mais valia, uma vantagem sobre a concorrência, algo que lhe facilita a vida e atenua os erros, pois aos bonitos e populares perdoam-se erros que não se perdoariam aos feios e indesejáveis.
Será de espantar que as mulheres bonitas (e os homens) capitalizem os seus esforços sobre a sua beleza e não sobre a sua inteligência?

terça-feira, novembro 09, 2004

#00.026 mulheres X sexo X homens

Há muito tempo que as divergências sobre sexo, entre mulheres e homens, confundem o meu débil cérebro.

Os homens, brutos como são, vêm o sexo e o orgasmo como uma fonte de prazer em primeiro, segundo, terceiro (e por aí adiante) lugar. De facto, qualquer relação entre Sexo e Amor será pura coincidência.

Aparentemente, a maioria das mulheres não pensa assim.
Para elas, o amor e o sexo andam juntinhos, de mão dada.
Uma mulher terá relações sexuais com um homem, se "sentir" algo por ele. Depreende-se aqui o "sentir" como algo mais do que vontade de dar uma... (Hummm... dá para pensar em como é que a masturbação feminina se enquadra nesta percepção do sexo. Narcisismo?)

Estou a falar de generalidades, é claro. Existirão homens que pensarão, tal como as mulheres, que o sexo é para se ter com alguém especial. (Se bem que eu não conheça nenhum, mas enfim!)

Existirão também mulheres que pensam como os homens e o sexo servirá para aquilo que a gente sabe.
Suponho que estas mulheres são cada vez em maior número, com a liberalização dos costumes e a emancipação feminina.

Cá por mim nada tenho a objectar, antes pelo contrário, é sempre bom quando são elas a tomar a iniciativa e poupar-nos muito trabalhinho e muitas dúvidas angustiosas.
Além disso, dá-nos o supremo prazer de dizer que NÃO!

Apesar de todas estas mudanças no comportamento feminino não me sai da cabeça que elas não pensam realmente como nós.

Ou seja, o sexo para elas continua a não ser o mesmo que para os homens: fonte de prazer em primeiro lugar.

Fico com a ideia, talvez errada, que o fazem quase por vingança ou afirmação pessoal, do tipo: se eles o fazem, nós também o podemos fazer.
Se assim for, algo lhes estará a passar ao lado:
A ausência de sentimentos de culpa ou frustração.

#00.025 beleza = a desempenho sexual ?

Qual o homem que nunca ouviu um amigo fazer referências do género:
"aquela tipa é boa comómilho, deve ser um espanto na cama";
ou outra qualquer barbaridade do género.

Qual de nós não terá pensado (ainda pensamos?) assim?

E essas "estrelas" de cinema, da moda, ou da música, que são uma delícia para os olhos, que transpiram sexualidade ou que falam de sexo pelos cotovelos?

Qual será a relação entre o aspecto de uma mulher e a maior ou menor qualidade da dita cuja entre os lençóis??

Será o talento, o desejo, directamente proporcional ao aspecto?
Poder-se-á apresentar uma fórmula do tipo:

BELEZA = BOM SEXO?


Estarão as mulheres feias fora de competição?
Haverá por aí algum macho experiente que confirme esta temerosa crença?
Ou melhor, uma fêmea feia que chegue à frente para a refutar...?

quarta-feira, novembro 03, 2004

#00.024 os homens preferem… as virgens !

Conheço vários tipos de homens que preferem virgens:

1. Os que são muito inseguros da qualidade sexual que providenciam.

2. Os que fornecem, (ou acreditam fornecer) qualidade e têm pretensões a professor.

3. Aqueles que tratam a mulher como objecto sexual, incapaz de (ou sem valor para) experimentar o prazer (da variedade) sexual.

Se os dois primeiros casos são principalmente pessoais, o último é cultural e, por isso, muito mais difícil de resolver.

terça-feira, novembro 02, 2004

#00.023 os homens são como a fruta… por isso é que elas apalpam!

Será que, tal como a fruta que se quer "rijinha", quando as mulheres apalpam o braço a um gajo, estão a ver se ele está mole?

E será que se pode tirar uma relação directamente proporcional entre a rigidez dos músculos do braço e a rigidez daqueles músculos que elas tanto gostam?

Nunca perguntei a uma dessas mulheres que me apertaram o braço, qual o motivo porque o faziam.

Quero ver se não me esqueço da próxima vez.

segunda-feira, novembro 01, 2004

#00.022 dormindo com o inimigo

“... Enquanto as gajas se entretêm (seja a puxar os cabelos umas ás outras, a demarcar-se umas das outras ou a debater, de mãos dadas o feminino do feminino), os homens mandam, como sempre.”
[Inês Pedrosa, na sua excelente “Crónica Feminina” da revista Única do jornal Expresso de 08 Março de 2003]


Ou, como diria Maquiavel: dividir para conquistar.


Ora aqui está uma gaja que topou o esquema do macho dominante. Infelizmente, receio que esteja a pregar aos peixes.

#00.021 opostos? em contacto?

Para algumas pessoas que têm uma estranha forma de amar, Amor e Ódio devem ser aparentados.

#00.020 INcompatibilidades

O cavalheirismo foi a forma que os homens encontraram de "compensar" as mulheres do seu (deles) machismo.

As mulheres que queiram igualdade de direitos, de oportunidades e o cavalheirismo ao mesmo tempo, ou são hipócritas ou ignorantes.