O hOMEM pASMADO

desabafos de um troglodita moderno

quarta-feira, setembro 14, 2005

#00.056 RITA LEE - “Amor e Sexo”

Amor é um livro,
Sexo é esporte.
Sexo é escolha,
Amor é sorte.

Amor é pensamento, teorema,
Amor é novela,
Sexo é cinema.

Sexo é imaginação, fantasia,
Amor é prosa,
Sexo é poesia.

O amor nos torna patéticos,
Sexo é uma selva de epilépticos.

Amor é cristão,
Sexo é pagão.
Amor é latifúndio,
Sexo é invasão.

Amor é divino,
Sexo é animal.
Amor é bossa nova,
Sexo é Carnaval.

Amor é para sempre,
O Sexo também.
Sexo é do bom,
Amor é do bem.

Amor sem sexo é amizade,
Sexo sem amor, é vontade.

Amor é um,
Sexo é dois.
Sexo antes,
Amor depois.

Sexo vem dos outros e vai embora,
Amor vem de nós e demora.

Ai o amor,
Mmmm, o sexo!


Etiquetas:

segunda-feira, setembro 05, 2005

#00.055 ...o sexo e… nada de novo!

Uma pessoa minha conhecida tem a série completa d’ “O Sexo e a Cidade”.

Já vi aquilo tudo.

Depois de tanta luta pela independência, de dizer mal dos homens, de variar bastante no menu, de defender o “estilo de vida dos solteiros e descomprometidos”, todas elas acabaram a suspirar por, e a conseguir, um homem/marido/companheiro e/ou filhos.

Ou seja, uma relaçãozinha monogâmica tradicional!
Nem uma se aproveitou.

Que grande tanga!