O hOMEM pASMADO

desabafos de um troglodita moderno

sábado, fevereiro 23, 2008

#00.160 ...macacos pagam por sexo

Na Indonésia

Macacos pagam por sexo

A prostituição não é só a mais velha profissão do mundo, como parece ser a única que extravasa a raça humana.

Num estudo junto de uma população de primatas, na Indonésia, descobriu-se que os machos pagam pelos favores sexuais das fêmeas; ou seja, pela cópula esforçam-se em diversos actos de bajulação.

Com este comportamento, os macacos não só conseguem aquilo que pretendem como também o conseguem durante mais tempo.

Os resultados da investigação, que durou 20 meses, foram publicados na Animal Behavior.

Correio de domingo, 17 de Fevereiro de 2008, pág. 7
(meu sublinhado)

--

Meu comentário:
É impressão minha, ou o(a) energúmeno(a) que escreveu isto desta forma, acabou de chamar putas a todas as mulheres?

Etiquetas: ,

#00.159 Vou já falar com a minha prima! :-D

Estudo
Primos com primos ‘apura filhos’

A sabedoria popular diz ’primos com primos dá filhos malucos’, afinal uma forma de censura àquela forma de união. Um estudo que incidiu sobre 160 mil casais em 165 anos, na Islândia, revela que estas uniões tendem a ter mais descendentes e um padrão genético mais ‘saudável’, revela a revista Science.

Correio de domingo, 17 de Fevereiro de 2008, pág. 7

Etiquetas: ,

quarta-feira, fevereiro 20, 2008

Curtas #0027

(...)

"As revistas masculinas também têm este lado: os homens revelam melhor o seu lado idiota quando julgam que estão perante uma mulher estúpida, só porque ela é bonita."

--

"O sexo mede-se melhor do que o amor. Sabes logo a seguir se foi bom ou não...
Iggy Pop"

(...)

--

Retirado da crónica:
A bela é o monstro?
de: Faíza Hayat
na página 22 da revista Pública de 13 de Janeiro de 2008

--

meu comentário:
É engraçado que, ou gosto muito de ler a crónica dela, ou não gosto nada. Assim mesmo, sem meios termos!!!

Etiquetas:

quinta-feira, fevereiro 14, 2008

Curtas #0026

Banda sonora para aquilo que a gente sabe:
Sade Adu
Lori Carson

:-D

Etiquetas:

Curtas #0025

António Variações
"Amor de conserva"

Porque o nosso amor
É um amor de conserva
Que nós temos de reserva
Prós dias que hão-de vir

Porque o nosso amor
Entrou naquela rotina
A cumprir aquela sina
Que o fez começar

Porque o nosso amor
O nosso amor
Conserva
O nosso amor

Porque o nosso amor
É uma voz que desafina
Que sabe que nunca atina
Mas que não se quer calar

Porque o nosso amor
É um amor de conserva
Que nós temos de reserva
Prós dias que hão-de vir

Porque o nosso amor
O nosso amor
Conserva
O nosso amor
É um amor de conserva

Etiquetas:

terça-feira, fevereiro 12, 2008

Curtas #0024

O problema das ligações rápidas...



... é que acaba tudo mais depressa!
:-)

Etiquetas: